“Mulher e Sustentabilidade” é tema de debate na EMERJ


clique nas imagens para ampliar

O Fórum Permanente de Violência Doméstica, Familiar e de Gênero e o Fórum Permanente de Direito do Ambiente realizaram, respectivamente, suas 37ª e 119ª reuniões para debater o tema “Mulher e Sustentabilidade”, no último dia 16 de novembro, no auditório Desembargador Paulo Roberto Leite Ventura. Presidido pelo diretor-geral da EMERJ, desembargador Caetano Ernesto da Fonseca Costa e pela juíza Adriana Ramos de Mello, o evento contou com a palestra da presidente do Instituto Masan, Adriana Pinto. Para debater a questão, foram convidados as juízas Admara Schneider e Maria Teresa Pontes Gazineu e o promotor de Justiça Marcus Leal.

Ao dar início ao encontro, o diretor-geral da EMERJ destacou: “Consigo, não só entender e compreender, mas sentir a extrema proximidade entre a questão feminista e a ambiental. De forma, que espero que nós (homens) venhamos a aprender muito e estar tão comprometidos quanto as mulheres na revisão dessa equação”. Em seguida, a juíza Adriana Mello pontuou: “Destaco quatro pontos de interseção entre a mulher e o meio ambiente: o desrespeito, a violência, a degradação e a violação aos direitos humanos”.

Em seguida, a palestrante ressaltou: “Dados das Nações Unidas indicam que 80% dos participantes da militância ecológica – ações voltadas para a sustentabilidade - são mulheres”.

Ao final do encontro, ocorreu um debate entre a mesa de abertura e o público presente.


PORTAIS

MAGISTRADOS

VIRTUAL EMERJ

PORTAL ACADÊMICO

eventos


EVENTOS EMERJ

LANÇAMENTO DE LIVRO

EVENTOS EXTERNOS

PUBLICAÇÕES

Revista da EMERJ

Série Aperfeiçoamento de Magistrados

Direito em Movimento

Revista de Artigos Científicos dos Alunos da EMERJ



REVISTA DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO DO CONSUMIDOR E RESPONSABILIDADE CIVIL





Monografias apresentadas pelos alunos da EMERJ

Cadernos do Curso de Extensão de Direito do Consumidor

MÍDIAS

Conheça a EMERJ

PAPO LEGAL - PODCAST

EVENTOS GRAVADOS