Fechar

Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro



O novo podcast da EMERJ, em seu terceiro episódio, já alcança mais de mil acessos


clique na imagem para ampliar

“O direito de pensar – Uma viagem radiofônica ao julgamento do macaco”, audiodrama original, totalmente produzido de forma on-line durante a pandemia, lançou o programa de podcasts da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro.


Baseado no célebre “Julgamento do Macaco”, o podcast reúne realidade e ficção, histórias do passado e do presente. Ciência e religião; direito e justiça; fundamentalismo e liberdade de expressão; temas atuais dos Estados Unidos de 1925 e do Brasil de 2020.


O elenco – formado por magistrados, advogados e artistas– conta, de forma ficcional, numa transmissão radiofônica, o julgamento de John Thomas Scopes, professor da oitava série de Dayton, pequena cidade do Tennessee, nos EUA(1925), julgado sob a acusação de ensinar a Teoria da Evolução de Charles Darwin a estudantes da oitava série numa escola pública.


A estreia de “O Direito de Pensar” aconteceu em 5 de novembro, com o lançamento do primeiro dos seis episódios da série. A cada semana um novo capítulo é publicado. Com três episódios no ar, o podcast já foi acessado por mais de mil pessoas.


Os episódios serão publicados sempre às quintas-feiras, no site da EMERJ (www.emerj.tjrj.jus.br), e estão disponíveis em diversos agregadores de podcast.


Leia a matéria do webinar de lançamento em https://www.emerj.tjrj.jus.br/paginas/noticias_todas/2020/Webinar-reune-convidados-para-debate-sobre-liberdade-de-expressao-arte-e-o-novo-podcast-da-EMERJ.html



Confira as sinopses dos episódios lançados:


Episódio #1 - “Um professor na cadeia”: John Thomas Scopes, professor da oitava série de Dayton, pequena cidade do Tennessee, é preso sob a acusação de ensinar a Teoria da evolução de Charles Darwin. A equipe da Rádio WGN chega à cidade para a cobertura exclusiva do primeiro julgamento transmitido em rede nacional.


Episódio #2 - “Duelo de morte”: A WGN apresenta os advogados de acusação e defesa. Para William Jennings Bryan, fervoroso guerreiro das ideias criacionistas, será um “duelo de morte” entre cristãos e agnósticos. Já Clarence Darrow, célebre defensor dos direitos civis, alista-se para uma batalha contra a “civilização das trevas”.


Episódio #3 - “Soa o gongo!”: A escolha dos doze jurados pode traçar o destino do julgamento. Pela WGN, os ouvintes do país inteiro têm uma prévia do que será aquele que já é conhecido nacionalmente como o “Julgamento do Macaco”.


Mais três programas já possuem data de lançamento. Confira:


26 de novembro, quinta-feira: Episódio #4 - “Toga justa”: São ouvidas as testemunhas da acusação. Na hora da defesa, um impasse: os cientistas poderão falar? No tribunal e na praça de Dayton, a WGN registra a tensão entre os grupos rivais: pró e contra o ensino do “evolucionismo”.


3 de dezembro, quinta-feira: Episódio #5: “Golpe de mestre”: Os cientistas dão uma entrevista coletiva. No tribunal, uma reviravolta: a defesa convoca uma testemunha insólita. Mais tumulto e perplexidade. A Rádio WGN leva ao mundo todo as peripécias do “Julgamento do Macaco”.


10 de dezembro, quinta feira: Episódio #6 - “Inocente ou culpado?”: Chega o dia do veredito. A WGN e a imprensa internacional colocaram o “Julgamento do Macaco” na pauta do dia. Haverá um vencedor? Quem afinal foi o julgado? A ciência? A religião? A liberdade de pensamento? Este julgamento terá um fim?

Para conferir o elenco completo, a ficha artística e técnica, e ouvir os episódios, acesse o link: https://www.emerj.tjrj.jus.br/paginas/podcasts/podcasts.html





19 de novembro de 2020