Fechar

Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro



EMERJ lança o livro “30 Anos da Carta das Mulheres aos Constituintes” com artigos sobre o direito das mulheres

clique nas imagens para ampliar

A trajetória do direito das mulheres na constituinte, a luta contra a violência de gênero e os avanços e derrotas na área trabalhista são alguns dos temas do primeiro volume da publicação “Anais de Seminários da EMERJ”.

O livro “30 Anos da Carta das Mulheres aos Constituintes” reúne artigos das palestrantes do Seminário sobre o tema, promovido pela Escola em março do ano passado, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

Coordenado pela juíza Adriana Ramos de Mello, o livro é produzido e publicado pela Escola da Magistratura do Rio de Janeiro. O desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo, diretor-geral da Escola, assina a apresentação desta primeiraedição: “A Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro sempre se preocupou com este tema. Respeito, dignidade e igualdade às mulheres. Nunca fechamos nossos olhos e jamais cerraremos o debate e a defesa da igualdade de gênero”.

Assinam os artigos a juíza Adriana Ramos de Mello; a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Petrópolis, Ana Maria Rattes; a integrante do Comitê sobre Eliminação da Discriminação contra as Mulheres da Organização das Nações Unidas (ONU), Silvia Pimentel; a coordenadora executiva da CEPIA (Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação), Leila Linhares; a advogada Comba Marques Porto, sub-secretária de Políticas para a Mulher da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos; a pedagoga Schuma Schumaher, coordenadora executiva da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh) e integrante da Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB); a economista Hildete Pereira de Melo, professora da Universidade Federal Fluminense (UFF); e a socióloga Jacqueline Pitanguy, coordenadora executiva da CEPIA, que foi presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) e foi a responsável por entregar a Carta das Mulheres aos Constituintes ao então presidente do Congresso Nacional Ulysses Guimarães.

Entre os temas trazidos no livro estão “A Constituição Federal de 1988 e o Combate à Violência Contra as Mulheres”, “Recuperando a luta das mulheres contra a violência de gênero”, “Trinta Anos da Carta das Mulheres aos Constituintes”, “A Constituição Federal e os avanços no âmbito da família e da saúde”, “A Constituição Federal e os Avanços na Área Trabalhista”, entre outros.

Para acessar a versão digital do livro “30 Anos da Carta das Mulheres aos Constituintes” acesse o link:

http://www.emerj.tjrj.jus.br/publicacoes/anais_de_seminarios_da_emerj/edicoes/volume1_2018/anais_de_seminarios_da_emerj_volume1_2018.html


28 de janeiro de 2019.

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da EMERJ.


1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23 |  24 |  25 |  26 |  27 |  28 |  29 |  30 |  31 |  32 |  33 |  34 |  35 |  36 |  37 |  38 |  39 |  40 |  41 |  42 |  43 |  44 |  45 |  46 |  47 |  48 |  49 |  50 |  51 |  52 |  53 |  54 |  55 |  56 |  57 |  58 |  59 |  60 |  61 |  62 |  63 |  64 |  65 |  66 |  67 |  68 |  69 |  70 |  71 |  72 |  73 |  74 |  75 |  76 |  77 |  78 |  79 |  80 |  81


voltar