Fechar

Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro



Professor Sergio Bermudes é homenageado pela EMERJ com retrato na Galeria dos Conferencistas Eméritos da Escola

clique nas imagens para ampliar

Professor de Direito Processual Civil há mais de três décadas, Sergio Bermudes considerado um dos grandes nomes do Direito brasileiro, exerce a advocacia cível, comercial, constitucional e administrativa no país e no exterior desde 1970.

O experiente e renomado jurista e professor foi homenageado pela Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro – EMERJ na manhã desta quinta-feira (04) em solenidade que inaugurou o seu retrato na Galeria dos Conferencistas Eméritos da Escola. O evento ocorreu após a palestra “Terceiro Ano do Código de Processo Civil – Uma Análise Crítica”, promovida pelo Fórum Permanente de Processo Civil e apresentada por Sergio Bermudes.

“Vejo essa fotografia como símbolo do meu respeito ao Poder Judiciário”, disse o homenageado, que buscou na literatura uma referência que trouxesse significado para o momento e declamou o soneto do escritor brasileiro Euclides da Cunha:


“Se acaso uma alma se fotografasse
De modo que nos mesmos negativos
A mesma luz pusesse em traços vivos
O nosso coração e a nossa face;
E os nossos ideais, e os mais cativos
De nossos sonhos… Se a emoção que nasce
Em nós, também nas chapas se gravasse
Mesmo em ligeiros traços fugitivos. (...)”


Ao recitar o soneto, Sergio Bermudes declarou: “este soneto busca dizer que o revela uma boa fotografia é a possibilidade de se ver a alma através daquela figura. E assim afirmo que, se possível for ver além da minha imagem neste retrato, e sim a minha alma, se mostraria o quanto é esfuziante a minha gratidão por esta homenagem”, disse Sergio Bermudes.

O diretor-geral da EMERJ, desembargador André Gustavo Corrêa de Andrade, disse durante a solenidade: “É com muita alegria que, como diretor-geral da Escola da Magistratura do Rio de Janeiro, inauguro este retrato. Talvez eu seja um dos maiores admiradores de Sergio Bermudes e agora tenho essa honra, se não um privilégio, de inaugurar seu retrato. Sergio Bermudes efetivamente faz parte desta Escola. Desde a criação da EMERJ estava aqui dando palestras, participando, colaborando com o aprimoramento da Justiça, ajudando magistrados a se aperfeiçoar. É uma honra poder homenagear esse gigante do Direito, processualista, jurista, humanista, filósofo e tantos adjetivos”.

Em nome da comunidade acadêmica, discursou o desembargador Luciano Sabóia Rinaldi, que considerou: “Pode parecer fora de moda ou de tempos passados, já que vivemos a era da internet com fotos digitais, mas uma fotografia na parede é importante, pois assim se perpetua no tempo, e nada mais justo que homenagear dessa forma Sergio Bermudes, professor de todos nós, que já formou tantas equipes e que ainda formará”.

Sergio Bermudes

Natural de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade do Estado da Guanabara, no ano de 1969, e concluiu o curso de doutoramento em História do Processo Romano, Canônico e Lusitano na faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Em 1970, Sergio Bermudes deu início à sua carreira docente, no magistério universitário, como professor assistente de Teoria Geral do Estado da Faculdade de Direito da Universidade do Estado da Guanabara e como professor regente da cadeira de Direito Processual Civil da Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro, da qual se tornou titular, aprovado pelo Conselho Federal de Educação, em 1971.

Em 1978, assumiu a cadeira de Direito Processual Civil da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, integrando atualmente o Conselho de Desenvolvimento dessa Universidade. Por nomeação do Governo da República, em 1985, integrou a comissão de cinco processualistas, designada para proceder à revisão do Código de Processo Civil.

Inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, nas Seções do Estado do Rio de Janeiro, Estado de São Paulo e do Distrito Federal, Sergio Bermudes é membro do Instituto dos Advogados Brasileiros; da Associação Internacional de Direito Processual; do Instituto Ibero-americano de Direito Processual; da International Academy of Trial Lawyers.

Árbitro, advogado e perito em várias arbitragens no Brasil e no exterior. Fundador e titular do Escritório de Advocacia Sergio Bermudes no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte.

Autor de diversas obras, Sergio Bermudes fala inglês, espanhol, francês e italiano, é considerado um dos mais renomados advogados do Brasil. Em dezembro de 2019, seu escritório, um dos maiores do país, completará 50 anos.


04 de abril de 2019

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da EMERJ


1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23 |  24 |  25 |  26 |  27 |  28 |  29 |  30 |  31 |  32 |  33 |  34 |  35 |  36 |  37 |  38 |  39 |  40 |  41 |  42 |  43 |  44 |  45 |  46 |  47 |  48 |  49 |  50 |  51 |  52 |  53 |  54 |  55 |  56 |  57 |  58 |  59 |  60 |  61 |  62 |  63 |  64 |  65 |  66 |  67 |  68 |  69 |  70 |  71 |  72 |  73 |  74 |  75 |  76 |  77 |  78 |  79 |  80 |  81


voltar