Ministro do STJ realiza aula magna sobre “Compliance e Governança” aos alunos da EMERJ

clique na imagem para ampliar

Compliance ou programa de integridade consiste no conjunto de mecanismos e procedimentos internos de integridade, auditoria e incentivo à denúncia de irregularidades e à aplicação efetiva de código de ética e de conduta, políticas e diretrizes, com objetivo de detectar e sanar desvios, fraudes, irregularidades e atos ilícitos praticados contra a administração pública (artigo nº8420/2015).

Este foi o tema da aula magna realizada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Antônio Saldanha Palheiro aos alunos do Curso de Especialização em Direito Público e Privado da EMERJ, na manhã desta segunda-feira, dia 30 de julho. “Antes de falar especificamente de compliance, temos que falar o que levou a essa situação. A corrupção é hoje uma preocupação mundial, o acesso à informação nos permitiu identificar que os males que ela acarreta são, na verdade, muito maiores do que se imaginava”, disse o ministro na abertura da palestra.

Para o ministro, compliance pode ser entendido como um conjunto de regras que uma instituição se obriga a observar e que, conceitualmente, a manteria dentro de determinada legalidade e conformidade. Quanto ao desvio da legalidade e da moralidade, Saldanha enfatizou que o Brasil não é a única nação a ter de lidar com o problema.

“De 176 países analisados pela Transparência Internacional, 121 têm grau de corrupção absolutamente indesejado e que precisa ser combatido", afirmou o ministro, citando dados oficiais do movimento. Saldanha reforçou que a temática adquiriu espaço central nas agendas de todas as organizações, desde governos a empresas públicas e privadas.

Na opinião do ministro, para que os conceitos trazidos pelo compliance tenham êxito, no Brasil, a sociedade precisa rever concepções e construir mudanças de cultura, principalmente em relação ao conceito de denúncia. E pontuou que é preciso mudar a cultura já na educação de base e que as organizações devem frisar que as denúncias de atos ilícitos contribuem para o progresso e para a continuidade proba da instituição.

“Os programas de compliance são mecanismos difíceis de implantar, pois não estão, ainda, muito afinados com nossa cultura. Estamos acostumados com a prática da controladoria e das auditorias punitivas - o que ao meu modo de ver são equivocadas. O conceito moderno de auditoria prevê ações de aconselhamento e orientação. Dessa maneira, os órgãos de controle interno de serviços públicos devem atuar no sentido de orientar, mostrar o caminho. E se houver reiterações, estabelecer as punições”, disse.

O diretor-geral da EMERJ, desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo, reforçou a importância do assunto, em especial para aqueles que queiram exercer a função judicante ou qualquer outra função pública. “Num país em que a corrupção sagra todos os setores, condutas precisam ser revistas. Queremos um país melhor com novos padrões comportamentais, alicerçados em princípios éticos”. O desembargador destacou como positivos os programas de compliance que a Lei Anticorrupção impõe como um dos mecanismos para que as empresas possam obter os acordos de leniência e pontuou que a EMERJ vem estudando a implantação de um código de compliance para ser implementado em breve.

Além do ministro Saldanha e do desembargador Cardozo, a mesa foi composta pelo vice-presidente da EMERJ, desembargador Mauro Dickstein; pelo corregedor e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Carlos Santos Oliveira; pelo presidente da Comissão Acadêmica da EMERJ, desembargador Fernando Cerqueira Chagas; pela secretária-geral da EMERJ, Ana Cristina Sargentelli Porto; e pelo diretor do Departamento de Ensino da EMERJ, José Renato Teixeira Videira.

31 de julho de 2018

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da EMERJ



MAGISTRADOS

Informações sobre Cursos Oficiais de Formação e Aperfeiçoamento.

VIRTUAL EMERJ

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Cursos Oferecidos na Modalidade a Distância.

PORTAL ACADÊMICO

Espaço destinado aos alunos e professores do Curso de Especialização em Direito Público e Privado.

EVENTOS EMERJ

Fóruns, seminários e ciclo de palestras destinadas ao público em geral.

PUBLICAÇÕES

Coletânea de Artigos Jurídicos de Diferentes Áreas do Direito.

VÍDEO INSTITUCIONAL

 Seja Bem-Vindo à EMERJ.

INFORMATIVO

Divulgação de eventos, cursos e notícias.

EVENTOS GRAVADOS

Gravação de cursos, seminários e ciclo de palestras realizados pela EMERJ.

EVENTOS EXTERNOS

Divulgação de eventos da área jurídica de outras instituições.

LANÇAMENTO DE LIVROS

Divulgação dos lançamentos de livros de autores da área jurídica.

EMERJ TV

Programação destinada ao público interno do Fórum Central.