População brasileira envelhece rápido, ressalta juíza em debate sobre Direito aos Idosos na EMERJ

clique nas imagens para ampliar

O número de idosos no Brasil cresce acima da média mundial. Já representa mais de 14 por cento da população e, até a metade do século, quase um terço dos brasileiros terá mais de 60 anos. Para debater o assunto e o Direito aos Idosos, o Fórum Permanente de Biodireito, Bioética e Gerontologia da EMERJ reuniu especialistas da área da saúde e do Direito, nesta manhã do dia 10 de agosto.

A juíza Maria Aglaé, presidente do Fórum Permanente, ao abrir o evento ressaltou o envelhecimento rápido da população brasileira: “Enquanto a Europa se preparou por 200 anos para o envelhecimento da população, o Brasil passará pelo mesmo processo em menos da metade desse tempo, em 70 anos”.

Os participantes puderam assistir ao vídeo de depoimento do cantor Gilberto Gil que falou sobre finitude. “O grande colorido da vida é estar vivo”, declarou.

“O Impacto do Envelhecimento Populacional na Contemporaneidade” foi o tema da palestra da médica geriatra Claudia Burlá: “Assim como as crianças não são adultos pequenos, as pessoas mais velhas não são adultos de cabelos brancos. O envelhecimento é um processo progressivo, involutivo e irreversível. Bons cuidados ao fim da vida é uma questão de saúde pública”.

Outro tema discutido foi sobre a sexualidade após os 60 anos. A psicóloga e sexóloga Cristina Werner ressaltou que sexualidade, de uma maneira geral, ainda é um tabu, principalmente quando se trata da terceira idade: “A idade dificulta o ato sexual, mas isso pode ser contornado com medicação, com terapia, com uma boa parceria e com uma autoimagem favorável, porque a autoestima é importante”. A psicóloga frisou que é preciso cuidar do futuro: “Uma boa sexualidade na velhice começa com a educação sexual na infância”.

Entre os participantes do evento estavam o desembargador Eduardo Gusmão Alves de Brito, membro do Fórum Permanente de Biodireito, Bioética e Gerontologia, a defensora pública Paula Ribeiro, o promotor de Justiça Luiz Claudio de Almeida e a jornalista Mariza Tavares.

O artista plástico Paulo Garro participou do evento pintando um quadro que representa o tema dos debates. Aos 60 anos, Paulo Garro é conhecido por pintar paisagens do Rio usando uma bicicleta como cavalete, e por criar projetos que levam a arte a comunidades carentes.


10 de agosto de 2017

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da EMERJ



MAGISTRADOS

Informações sobre Cursos Oficiais de Formação e Aperfeiçoamento.

VIRTUAL EMERJ

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Cursos Oferecidos na Modalidade a Distância.

PORTAL ACADÊMICO

Espaço destinado aos alunos e professores do Curso de Especialização em Direito Público e Privado.

EVENTOS EMERJ

Fóruns, seminários e ciclo de palestras destinadas ao público em geral.

PUBLICAÇÕES

Coletânea de Artigos Jurídicos de Diferentes Áreas do Direito.

VÍDEO INSTITUCIONAL

 Seja Bem-Vindo à EMERJ.

INFORMATIVO

Divulgação de eventos, cursos e notícias.

EVENTOS GRAVADOS

Gravação de cursos, seminários e ciclo de palestras realizados pela EMERJ.

EVENTOS EXTERNOS

Divulgação de eventos da área jurídica de outras instituições.

LANÇAMENTO DE LIVROS

Divulgação dos lançamentos de livros de autores da área jurídica.

EMERJ TV

Programação destinada ao público interno do Fórum Central.