Operadores do Direito debatem liberdade de expressão e direito de imagem

clique na imagem para ampliar

Até que ponto as sátiras e as charges ultrapassam os limites da liberdade de expressão? Quais seriam esses limites?

Operadores do Direito se reuniram na EMERJ nesta quinta-feira, 6 de junho, para debaterem a questão da oposição entre liberdade de expressão e direito de imagem, na EMERJ.

O Fórum Permanente de Estudos Constitucionais, Administrativos e de Políticas Públicas e o Fórum Permanente de Mídia e Liberdade de Expressão, presididos pela desembargadora Cristina Tereza Gaulia e pelo desembargador André Gustavo Corrêa de Andrade, respectivamente, promoveram o evento “Direito à Livre Expressão X Direito de Imagem: O Papel da Sátira e das Charges na Política”.

O encontro foi aberto pelo desembargador André Gustavo Corrêa de Andrade, diretor-geral da EMERJ, que também foi palestrante e agradeceu a presença dos convidados. A desembargadora Cristina Tereza Gaulia chamou a atenção para a importância da imagem: “Uma figura pode valer mais que mil palavras, portanto, as charges humorísticas e as sátiras bem delineadas, são propostas jornalísticas, fruto do direito de expressão sobre fatos políticos conhecidos do público e que representam a posição do jornalista e do editor da mídia escrita. O nosso debate de hoje vai tratar dos limites da liberdade de expressão e se eles devem existir a fim de não ferir a imagem pessoal de celebridades e políticos”.

“O que é o humor? Como o humor político se relaciona com a política e com as normas jurídicas?” A partir desses questionamentos, o desembargador André Andrade tratou dos limites da liberdade de expressão no humor político.

“Liberdade de expressão e direito de imagem são dois direitos considerados concorrentes, mas eu considero que eles sejam complementares, precisam ser integrados. A liberdade de expressão não pode violar a honra, a intimidade, a privacidade, mas precisamos discutir onde estão esses limites. Na teoria, a liberdade de expressão encontra os seus limites nos direitos fundamentais, mas na prática, como encontramos esses limites? Nos tribunais, a decisão é difícil. Costumamos falar que estamos numa zona cinzenta. Para usar um jargão do futebol, é a ‘bola dividida’”, destacou o diretor-geral da EMERJ.

O procurador federal Marco Túlio Reis Magalhães falou das questões das sátiras e das charges como um contraposto ao que se observa no dia a dia político. Ele ressaltou o papel das charges e das sátiras no modelo histórico e político do país, com exemplos do Segundo Império e o início da República. Mostrou a potencialidade dessas formas de veiculação da manifestação de pensamento e expressão naquele contexto que, segundo o procurador, pode auxiliar uma observação atual com novos elementos de mídia e comunicação.

“Hoje temos um quadro geral que organiza e normatiza a liberdade de expressão dando a ela a máxima potencialidade possível. Mas por outro lado sabemos que há limites que devem ser estabelecidos: a questão da ofensa, da difamação, do ataque à honra”, destacou Marco Túlio Reis Magalhães.

O procurador do Estado do Rio de Janeiro Anderson Schreiber, autor dos livros “A proibição de Comportamentos Contraditórios”, “Novos Paradigma da Responsabilidade Civil” e “Direitos da Personalidade”, e coordenador do livro “Direito e Mídia” analisou o direito de se fazer sátiras com pessoas célebres, pessoas públicas e quais são as repercussões jurídicas: “Normalmente são ações movidas com o intuito indenizatório, mas temos casos de tutela inibitória, que são ações voltadas a tirar do ar uma determinada imagem, por exemplo. São casos muito delicados, que costumamos chamar de hard cases, porque contrapõem justamente o direito constitucional de se expressar com o direito constitucional à honra, à reputação, à imagem, à privacidade. Não há uma saída fácil, é preciso fazer ponderação com base em parâmetros”.

O desembargador Cláudio Brandão participou do evento como mediador, e a juíza Camila Prado, como debatedora.


06 de junho de 2019

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional da EMERJ



Magistrados EMERJ

MAGISTRADOS

Informações sobre cursos oficiais de formação e aperfeiçoamento.

Virtual EMERJ

VIRTUAL EMERJ

Ambiente Virtual de Aprendizagem. Cursos oferecidos na modalidade a distância.

Portal Acadêmico EMERJ

PORTAL ACADÊMICO

Destinado aos alunos e professores do Curso de Especialização em Direito Público e Privado.

Eventos EMERJ Gratuitos

EVENTOS EMERJ GRATUITOS

Fóruns, seminários e ciclo de palestras destinadas ao público em geral.

Publicações EMERJ

PUBLICAÇÕES

Artigos jurídicos de diferentes áreas do direito.

Informativo EMERJ

INFORMATIVO

Divulgação de eventos, cursos e notícias.

EMERJ em Pauta

EMERJ EM PAUTA

É o programa em vídeo disponibilizado no seu canal de Youtube, destinado a estudantes, profissionais do Direito e público em geral.

Eventos Gravados EMERJ

EVENTOS GRAVADOS

Seminários e ciclo de palestras realizados pela EMERJ.

Vídeo Institucional EMERJ


VÍDEO INSTITUCIONAL

Lançamento de Livros

LANÇAMENTO DE LIVROS

Divulgação dos lançamentos de livros de autores da área jurídica.

Eventos Externos

EVENTOS EXTERNOS

Divulgação de eventos da área jurídica de outras instituições.